sábado, 10 de janeiro de 2009

Os Portais do Paraíso

Um orgulhoso guerreiro chamado Nobushige foi até Hakuin, e perguntou-lhe: "Se existe um paraíso e um inferno, onde estão?"
"Quem é você?" perguntou Hakuin.
"Eu sou um samurai!" o guerreiro exclamou.
"Você, um guerreiro!" riu-se Hakuin. "Que espécie de governante teria tal guarda? Sua aparência é a de um mendigo!".
Nobushige ficou tão raivoso que começou a desembainhar sua espada, mas Hakuin continuou:
"Então você tem uma espada! Sua arma provavelmente está tão cega que não cortará minha cabeça..."
O samurai retirou a espada num gesto rápido e avançou pronto para matar, gritando de ódio. Neste momento Hakuin gritou:
"Acabaram de se abrir os Portais do Inferno!"
Ao ouvir estas palavras, e percebendo a sabedoria do mestre, o samurai embainhou sua espada e fez-lhe uma profunda reverência.
"Acabaram de se abrir os Portais do Paraíso," disse suavemente Hakuin.

2 comentários:

Moreno disse...

Creio que os portais estão dentro de nós, sejam eles do inferno ou do paraíso, vai depender do nosso estado de espírito, da nossa agressividade, da nossa pureza, da nossa sabedoria, ou do momento em que nos encontrarmos.
O paraíso ou o inferno é feito pelas nossas atitudes, desejos, ambições, fraquezas, enfim por tudo o quanto construímos, seja de bom ou mal.
Vamos fazer sempre o bom paraíso!

Arkdoken disse...

Taí uma fábula linda! Sapientíssimo, esse Hakuim. E corajoso também! Vai que o samurai não entenda a primeira resposta e zás, corta-lhe a cabeça fora...